Onde está o seu coração?

DSC01833

Este post também pode se chamar: De quando passei por um momento difícil…

Após o nascimento do meu primeiro filho, a amamentação para mim foi algo marcante. Passei por algumas situações e enfrentei dificuldades, apesar disso não desisti de amamentá-lo. Porém, precisei me alicerçar na Palavra de Deus. Vou compartilhar com vocês um texto biblico que li durante os maus bocados…rssss….Espero que gostem!

A leitura fica em Cantares 6: 1-5 e conforme vou registrando o versículo vou incluindo o que a Palavra falou ao meu coração, certo?

verso 1: “Para onde foi o teu amado, ó mais formosa entre as mulheres? que rumo tomou o teu amado? E o buscaremos contigo.”

O nosso coração deve estar na mão de Deus. Os nossos anseios e desejos devem ser conforme a vontade de Deus na nossa vida, porque ele sabe o que é melhor para nós. Devemos buscar em oração, na Palavra o que o amado Senhor Jesus tem para nós, dessa forma toda a nossa caminhada vai ser de vitória, porque estaremos no rumo certo.

verso 2:” O meu amado desceu ao seu jardim, aos canteiros de bálsamo, para pastorear nos jardins e para colher os lírios.”

Quando louvamos, cantamos e oramos ao Senhor aparecem os frutos do Espírito na nossa vida. O Senhor olha para nós, ouve a nossa oração e nos responde. Quando Deus responde a nossa oração sentimos um amor inexplicável invadindo o nosso interior porque Ele tem cuidado de nós. Ele não nos abandona em nenhuma situação. Está sempre atento ao que acontece na nossa vida e não deixa o mal chegar até nós. Como diz também na palavra que “mil cairão ao seu lado e dez mil a tua esquerda, mas nós não seremos atingidos”, porque estamos debaixo da proteção do Amado que pastoreia a nossa vida, que nos guarda.

verso 3: ” Eu sou do meu amado e o meu amado é meu; ele pastoreia entre os lírios.”

A aliança que Deus estabelece com aqueles que são de Cristo é uma aliança eterna, um compromisso de amor, que nos traz a paz, que nos traz alegrias, que nos traz vitórias, saúde, esperança, força. Em meio a adversidade nos vemos esperançosos, felizes, tranquilos, porque o Senhor é o dono da nossa vida. O inimigo está derrotado e a vitória pertence a nós filhos do Deus altíssimo que nos amou, nos escolheu, para sermos servos seu.

verso 4: “Formosa és, querida minha, como Tirza, aprazível, como Jerusalém, formidável como um exército com bandeiras.”

O Senhor vê o nosso interior e pede que nós estejamos abertos para nos arrependermos, com o coração quebrantado, humilhado na presença do Senhor, no sentido do nosso Eu morrer e o Senhor crescer dentro de nós para que a cada dia sejamos a imagem de Cristo, tenhamos os frutos do Espírito Santo na nossa vida para que através de tudo o que somos, tudo o que temos, não seja honra nossa, mas Dele e que as vidas sem Jesus, que sofrem, que padecem por não terem direção possam ver através da nossa vida o amor de Deus e conhecerem o Autor e Consumador da nossa fé que é Cristo o Senhor. Essa é a nossa missão na Terra,  levar a Palavra de Deus, fazer a obra de Deus, viver como se Jesus fosse voltar hoje, não perdendo oportunidades de falar desse amor. Vamos hastear as bandeiras na nossa vida para que sinalize que somos de Cristo. Diga nao a autocomiseração, diga não a tristeza, diga não a preocupação. “Entrega o teu caminho ao Senhor e ele tudo fará, guardará os seus pés, os seus passos.” Ele é a razão da nossa vida, da nossa vitória. Vamos agradecer por sermos atraídos a um tão grande amor. Louvado seja o nome do Senhor.

Gostaram do estudo?  Deixe um comentário.DSC08993

Feliz ano novo!!! Beijocas!!!

A arte de “calçar os sapatos” do outro. Neste caso, os sapatos apertados da mãe de uma criança especial.

Vamos praticar o amor! É sempre atual!

ser mãe é padecer na internet

ajuda

Ontem à noite participei da primeira reunião do ano da escolinha do Samuca. Conhecemos a professora um pouco mais e ela perguntou sobre o que esperávamos do ano letivo: as crianças foram para o G4, algo como o “Jardim 1” da minha época de criança. Cada mãe ou pai foi convidado a falar sobre como era seu filho: “Samuca é amoroso, falante, muito grudado em mim e às vezes um pouco disperso”, contei. Os pais sentados em cadeirinhas minúsculas dispostas em círculo seguiam falando sobre as coisas boas e “ruins” de seus filhos. Rimos muito porque a turma está junta há dois anos e sabemos bem do que cada criança é capaz. A roda seguia, os pais falando um a um. As risadas preenchiam a sala. Chegou a vez da mãe do Daniel* que já na primeira frase começou a chorar copiosamente. “O Daniel* ainda não fala e eu não…

Ver o post original 416 mais palavras

A arte de “calçar os sapatos” do outro. Neste caso, os sapatos apertados da mãe de uma criança especial.

Vamos praticar o amor! É sempre atual!

ser mãe é padecer na internet

ajuda

Ontem à noite participei da primeira reunião do ano da escolinha do Samuca. Conhecemos a professora um pouco mais e ela perguntou sobre o que esperávamos do ano letivo: as crianças foram para o G4, algo como o “Jardim 1” da minha época de criança. Cada mãe ou pai foi convidado a falar sobre como era seu filho: “Samuca é amoroso, falante, muito grudado em mim e às vezes um pouco disperso”, contei. Os pais sentados em cadeirinhas minúsculas dispostas em círculo seguiam falando sobre as coisas boas e “ruins” de seus filhos. Rimos muito porque a turma está junta há dois anos e sabemos bem do que cada criança é capaz. A roda seguia, os pais falando um a um. As risadas preenchiam a sala. Chegou a vez da mãe do Daniel* que já na primeira frase começou a chorar copiosamente. “O Daniel* ainda não fala e eu não…

Ver o post original 416 mais palavras

Vestido de renda cinza “GG”

wpid-IMG_20131103_234933.jpg

Eu, como uma “garota” GG gosto de vestidos com tecidos fluidos e estruturados para não marcar muito as partes que não me favorecem. Meu biotipo GG é por ter ” barriguinha”, então uso cinta para ficar tudo no lugar e eu ficar confortável no look. Uso cintas da marca Tri fill e Hope. Este vestido de renda cinza comprei em uma loja de roupas convencionais mas que vende também tamanhos grandes. Em algumas lojas especializadas também tem muitos modelos de renda para vender. A renda está em alta, não é mesmo? Eu particularmente  gosto muito! wpid-PhotoGrid_1387130062581.jpg

Ele tem um decote V, que alonga e favorece o colo. A cintura império que disfarça a barriguinha e cai numa saia evasê,  fluida, por conta da renda. O comprimento midi, um pouco abaixo dos joelhos, favorece por aparecer apenas a parte magrinha da perna, que no meu caso são  as canelas e os tornozelos.

026

wpid-received_m_mid_1383500665302_2b5e927289bb48eb37_0.jpeg

Este vestido serve para várias ocasiões, no meu caso, fui no casamento da minha amiga, em outubro de 2013. Já estava calorzinho, por isso só acrescentei um top por baixo para ficar elegante e discreto, pois o decote é muito profundo, alonga mesmo…

wpid-received_m_mid_1383500478936_60332f9cc9bfb79b40_0.jpeg

As costas dele é fechadinha o que dá segurança para usar mesmo tendo que se abaixar, levantar , quantas vezes forem necessárias (mamães me entenderão…rssss). wpid-received_m_mid_1383500586172_1a16e201f7966eb461_0.jpeg

Espero que a dica sirva para alguma pessoa que se identifique com o meu biotipo. Podemos trocar informações pois eu gosto muito de vestidos!

Feliz ano novo!

Beijocas

Renata

Rotina para hora de dormir à noite

DSC00082Todo dia na hora de dormir é a mesma coisa?

Muito choro? Agitação? Lamentações?

Bom, para mim essa realidade também fez parte do meu dia a dia… porém, ao conversar com pediatras, amigas com filhos, vovós, algumas leituras, enfim…tentei  ampliar meu olhar para o que acontece com as crianças que “lutam contra o sono”, como era o caso do meu filho Paulo, que hoje tem 5 anos e da Mariana, que hoje tem 2 anos.

Vou começar falando que como mãe de primeira viagem cometi alguns “lapsos” na rotina “do dormir” com o Paulinho… como cheguei a pensar que a TV o faria dormir mais facilmente. Erro clássico? Comentem…rsss….

Bom, vi que não dava certo mesmo, ele ficava mais agitado e eufórico…

Então, o que eu fiz… uma rotina com horário para desligar a TV antes de dormir…

Foi fácil? Não, não foi fácil…mas depois do terceiro dia, que mantemos firme a nossa posição mesmo com tanta relutância, percebemos que as coisas começam a se encaixar e se alinhar.

O primeiro passo dado, vamos organizando a casa de forma que as coisas fiquem calmas e menos iluminadas…

Olha, uma dica para os papais também… muitas vezes eles só tem as noites para brincar com o filho, porém esta rotina do brincar a noite, pode ser feita com brincadeiras mais calmas e com algumas leituras, porque o que importa na verdade é o estar junto, um tempo de qualidade não é mesmo?

Pois bem…após conseguirmos desligar a TV e amenizar as brincadeiras noturnas, o próximo passo que deu certo na minha experiência foi aliar o escovar, usar o banheiro, por o pijaminha, e ir para a caminha. Todos os dias no mesmo horário. Aqui em casa consegui colocar o horário de dormir para às 10 horas.DSC00079

Com a Mariana, minha segunda filha, a experiência foi diferente, porque ela nunca usou a chupeta. Então após o período que o bebê para de mamar na madrugada ela continuou acordando, pasmem todos até 1 aninho… Pois é… não percebi que o olhar que a minha pediatra deu quando eu falei sobre o choro noturno significava: _ Mamãe deixa chorar um pouco ! Não foi fácil, mas após uma semana, mais ou menos, depois que caiu a minha ficha, a mesma rotina que eu uso com o Paulinho funciona muito bem com a Mari também.DSC00078

Espero não ter esquecido nada… se vocês tem alguma dúvida, podem perguntar…

Ah… o Paulinho desisitiu da chupeta com 3 anos, assim que a Mari nasceu… foi fácil…não? Mas como a decisão foi dele consegui manter a decisão dele…

Beijos e feliz ano novo!!!DSC00074

Aprendendo sempre!

DSCN2337

Os desafios são essenciais para a nossa vida ser instigante, animada e porque não dizer especial.

Quando enfrentamos dificuldades, sejam elas quais forem (financeira, amorosa, profissional) nos deparamos com duas situações: enfrentar ou não enfrentar.

Se eu puder dar um conselho, será sempre este: enfrente! Porque por mais que seja inusitado, absurdo ou muito complicado, de todas as experiências que levamos, a vontade de vencer e todo o processo que passamos até chegar no nosso objetivo será sempre um tempo que lembraremos com aquela “saudade”:  _ É eu passei por isso, sou forte mesmo!

Poderia dar vários exemplos pessoais aqui sobre enfrentar dificuldades, vencer, perder, ganhar experiência de vida, maturidade.

Sim! Dificuldades nos faz ganhar maturidade!

Vou confessar que a primeira intenção desse blog também é de marcar um novo tempo na minha vida…

Este ano completo 40 anos. Nasci em 1974. . .

Portanto vocês devem imaginar quantas coisas eu já passei… boas, difíceis, más, fáceis… Mas uma dificuldade não pode ser um obstáculo que te faz parar! Sempre enfrente!

Feliz ano novo!!! Beijocas.

crédito da foto: @Haruki_BR

Começo de conversa….

IMG_0416Esse é o meu primeiro post aqui no blog e quero que seja marcante para quem lê assim como está sendo para mim que aqui está escrevendo. Nada melhor que uma linda poesia de Carlos Drummond de Andrade que resume o nome do blog e a mensagem que estou querendo passar. A poesia se chama Receita de Ano Novo e vou transcrever aqui com muitos votos para que todo o dia seja um novo tempo, tempo de realizar, tempo de fazer… Daqui um tempinho vocês vão entender o motivo de tanta esperança… rsss…beijos e aproveitem dessa bela poesia!
“RECEITA DE ANO NOVO

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.
Carlos Drummond de Andrade ANDRADE, C. D. Receita de Ano Novo. Editora Record. 2008.