#PHPoemaday #Dia14 #Dia15

Dia 14: Estilhaços

Eu deveria ter desconfiado daquele brinde de ano novo…
As taças quebrando-se e os estilhaços espalhados por todo o tapete… Não poderia ser bom sinal.
Mesmo assim, com essa pulga atrás da orelha, continuei na sua.
Mas não deu outra.
Um dos estilhaços acertou em cheio meu coração antes da noite cair.

Dia 15: O delírio

_Tranquilo, tranquilo…
Ouvi isso e depois uma dor intensa motivada por uma pequena injeção.
_ Unicórnios! bradava em alta voz, mas ninguém se mexia.
As pessoas em volta me olhavam curiosas e eu desesperado gritando sem parar:
_ Unicórnios!
Até que um dos unicórnios chegou perto, bem perto de onde eu estava, no círculo do furacão e me entregou seu grande chifre mágico e pediu com voz humana:
_ Vá até o Palácio dos Cristais e transmita a nossa mensagem. Estão esperando por você.
Rapidamente recolhi o chifre e tentei partir para a minha missão, mas me sentia preso, como num sonho, e a frase que ouvia sempre:
_ Tranquilo, tranquilo…
_Vamos aumentar a dose do tranquilizante e reforcem a camisa de força, ele está tentando se soltar.