Penso mesmo no bem do meu próximo?

Essa pergunta é um tanto capisciosa…rsss!

Quão próximo você está se referindo, hein Renata? kkkk!!!

Pessoal, estou falando de uma forma geral… afinal é um novo mandamento que Jesus nos deixou:

” Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. Mateus 22.39.

Agora eu te pergunto:

_ Isso é fácil de se fazer?

Quando a pessoa é boa, gentil, delicada, justa, mansa e amorosa conosco esse mandamento é muito fácil de realizar…

Mas e o contrário procede? O que fazer quando alguém não “amável” se torna seu próximo e você convivendo com ele não tem como demonstrar esse amor de Deus?

Difícil, né?

Eu acho que muitos de nós já passamos situações assim ou estamos dentro de uma assim agora…

Vou contar como experiência o que estou fazendo, não digo que está dando 100 por cento certo, mas estou fazendo o meu melhor…

1- Pedir a Deus paciência – com a paciência vem também a misericórdia e você olhará para as pessoas com uma indagação: Porque será que ela faz isso? Porque será que ela trata as pessoas dessa forma? Verá que há sim um motivo para ela ser tão, como direi, “sem noção” e a perdoará do fundo do coração e passará a compreendê-la.

2- “Tentar” não se contaminar com comentários alheios, entendem? A impressão que todos temos da mesma pessoa pode ser diferente e às vezes temos que compartilhar com outros nossos olhares, porém atenção para não se deixar levar pela ideia e opinião alheia…

3- Ser uma pessoa leve! Não levar tudo “a ferro e fogo”, compreendem? Tem hora que explodimos sim… mas na maioria das vezes tentarmos ver a leveza nas ações pode garantir uma boa relação posterior.

4- Buscar sempre ser uma pessoa amorosa, alegre, pacífica, boa,  fiel, mansa e que tem domínio próprio… fácil não é…rsssss!!! Mas se buscarmos estes valores como metas no processo alcançamos o alvo.

A começar de mim, que haja uma sociedade onde as pessoas olhem-se nos olhos, sejam caridosas, falem com as outras educadamente, transmitam paz e que possamos conviver amigavelmente.

Espero que tenha feito sentido isso que quis dizer para todos vocês… algumas experiências  acho bom compartilhar porque não deve ser só eu que vivo em ambiente de risco, digamos assim…kkkk!!!

Grande abraço a todos!!!

Seja feliz hoje!

Renata

 

Todos juntos! Parte final

Pessoas queridas! Passaram bem o dia?

Eu escrevo assim, porque escrevo a noite… mas caso você esteja lendo de dia, que tenha um lindo dia e uma excelente noite também!!! Todos nós, sempre!

Hoje chega ao fim o percurso que trilhamos durante esta semana… obrigada pela companhia de todos que vivenciaram comigo toda a maratona do Salmo 122! Espero que agora esta palavra faça companhia em todas as suas andanças!! Que te alcancem a paz e o que vamos falar hoje o AMOR!!!

Hoje falaremos sobre o versículo 8 e 9:

“Por amor dos meus irmãos e amigos, eu peço: haja paz em ti!

Por amor da Casa do Senhor, nosso Deus, buscarei o teu bem. ”

A própria Bíblia nos diz que existem muitos dons… mas o maior deles é o amor.

Vivendo em amor temos a tendência de querer compartilhar, ajudar, ouvir, chorar junto, nos alegrar junto…

E Deus se alegra das pessoas misericordiosas!

Quando eu vivenciei uma situação dramática certa vez, o trauma foi passando, mas um dia tive um sonho…

E no sonho que eu tive, Deus me mostrava claramente o sentimento que eu devia  ter no coração apesar de tudo… e sim, era o amor…

Nas controvérsias também devemos exercitar esse dom!

Declarar amor a família, aos amigos, aos irmãos, é bom, é importante, vale a pena !

Provérbios também nos diz que há amigos mais chegados que um irmão…

Cercar-se das pessoas que te fazem bem, é ótimo! É por elas, todas as pessoas que você ama, convive e conhece que estamos aqui orando!!!

Mas, não vamos nos esquecer dos renegados… ! Orem por eles…

Para que a paz seja real, o maior dom é o amor!

Para o nosso bem: vamos amar incondicionalmente!

amor proximo

 

Feliz ano novo sempre! Beijos!

Renata