#Poem a day- Dia 05: Pela sua janela hoje

asas

Acordou de um sonho intenso.

Suando frio abriu os olhos.

Apalpando em direção a mesinha de três pés, ao lado da cama procurava os óculos com as lentes sempre embaçadas.

Achou.

_ Preciso arrumar essa bagunça – pensou em relação à mesinha, mas o sonho ainda disparava seu coração e estremecia sua carne.

Ao  colocar os óculos, percebeu que não estavam embaçados dessa vez, conseguiu ver, enxergou.

Olhou ao redor.

Desacelerou! Descobriu!

Resolveu…

Abriu a janela e voou.

 

Gostaram?

Beijocas.

Feliz ano novo sempre!!

Renata