Bom dia!

Quando desejamos “Bom dia!” para alguém queremos que aquela pessoa tenha um dia maravilhoso, não é mesmo?

Um dia feliz, onde ao sair de casa para ir ao trabalho, uma leve brisa perfumada por flores outonais alcance o seu olfato.

Ao pegar seu transporte, seja ele qual for, você sinta uma grande alegria de viver, por fazer integralmente a sua rotina sem intermeios nem solavancos.

Ao chegar ao seu compromisso diário, ou semanal, você tenha muito sucesso e realizações  alcançadas com o seu grande e imenso brilho.

Espera-se também que todas as pessoas que te cercam, sejam imensamente felizes, realizadas, companheiras, e que te ajudem sempre a ter uma auto-estima boa e elevada! Fiquem com você também nos momentos bons!! Que sintam a sua felicidade e sejam pessoas harmoniosas no vendaval!!

No seu lazer, no seu descansar você possa sorrir muito! Sonhar muito!! Tenha muitos bons momentos de ócio criativo!

Tenham todos vocês um bom dia!!!

Este  vídeo é bem antiguinho, quando o Paulinho estava aprendendo a falar… hoje em dia, nem precisa estimular…rsss… mas estamos te desejando bom dia! Com o pacote todo!!!

Feliz ano novo sempre!!!

Beijocas

Renata

O mal do século…

Porque há tanta violência, falta de amor e tão pouca  empatia nos dias de hoje?

Vide resposta no título.

Uma pequena historinha real e triste para ilustrar.

Ela vinha demonstrando os primeiros sinais…

Ninguém notou. Muita pressa, muita regra, tudo para fazer antes, pouco tempo, outras prioridades.

Estava tudo ali. Ninguém prestou atenção.

Com os olhos lacrimejantes então, enfim, os sinais deram lugar a força  da palavra para que todos ouvissem… tem que ter equilíbrio… mas faz tempo que perdi!

O que podemos fazer agora?

Não podemos deixá-la ser a segunda geração vítima deste mal horroroso que assola as famílias!

Só isso que posso falar.

O que me resta é estar junto, olhar nos olhos, dizer muitas vezes o quanto ela é importante, não é a culpada e o quanto Deus, o nosso Pai Criador a ama!

Me ajudem em oração!

Feliz ano novo sempre, sempre, sempre!

Renata

 

Pequenas listas

Você costuma fazer listas? Consegue se organizar através delas? É um hobby criar listas?

Nessa última questão a minha resposta é : SIM!!!
Eu sim! Faço listas de tudo:
– afazeres diários
– de desejos

-de livros lidos ou que gostaria de ler

-de lugares que gostaria de conhecer (tem até livros sobre isso não é mesmo? “100 lugares que você deve conhecer…” alguém já leu esse livro?)

-dos seus amigos
– metas de curto, médio e longo prazo
– de compras

– adjetivos românticos para o marido

-qualidades importantes para os filhos desenvolverem

-inclusive para as pessoas solteiras, vou dar uma dica minha: eu fazia lista de desejos da pessoa que eu queria compartilhar a minha vida. Colocava em forma de qualidades do meu futuro marido. E, olha, o Marcos tem muitas dessas qualidades que eu listava…hahahaha!!!! É uma forma de você visualizar o seu sonho, não é mesmo? Ter muita certeza daquilo que você quer.
São muitos os exemplos e muitas as listas.
Elas podem orientar e fazer com que você cumpra seus próprios desafios. Pode fazer com que você otimize o seu tempo, também!
Indico aqui dois livros da Bel Pesce: A menina do Vale e Procuram-se super heróis.

Nestes livros sobre empreendedorismo, entre outras coisas que  ela fala muito bem, comenta bastante sobre como nos organizar internamente para que sejamos bem sucedidos. As listas aparecem como sendo uma ótima opção para isso. Inclusive, as listas de desejos e de metas podem ser feitas mensalmente, dependendo das suas prioridades.

Recado dado!! Façam listas!!!

Um grande abraço e estou na contagem regressiva para o meu aniversário… Afinal não é sempre que se faz 40 anos…!

Feliz ano novo! Beijocas da Renata.

wpid-IMG_20130830_231215.jpg

Obs: Ilustrei o post com a foto de um livro que está na minha lista de desejos de livros que quero terminar de ler… hahaha…. é triste a leitura, então eu paro de ler, esqueço e depois que acalma volto a ler… tem uns dois meses que não pego nele… então está na lista ainda… quando terminar eu digo o que achei.