#PH #Poem a day-Dia 15: Um gênero nunca escrito

Pessoal, meu drama a cada dia cresce mais nesse desafio em que me meti…rsss…

Hoje o tema é um gênero nunca escrito antes, e na verdade, eu nunca me aprofundei em nenhum gênero, então poderia escrever em qualquer deles…certo?

Mas, estou querendo escrever uma pequena história infantil. Todos esses anos lendo, lendo, lendo, e nunca tentei escrever antes, apesar de inventar histórias para os alunos, adaptar outras para a igreja no ministério infantil, nunca parei assim, para só escrever para as crianças uma história para apreciação, certo?

Vou tentar e espero que vocês me digam o que acharam…

 

leitura

 

Menina Noca quer andar de bicicleta

Ela era uma menina, muito, muito engraçadinha.

Fazia sempre aquilo que a mãe e o pai mandavam, sempre boazinha.

Na escola, a professora elogiava:

_ Que menina sabidinha!!! Espertinha!

Os amigos também gostavam de brincar com ela, pois com todos dividia seus brinquedos e ideias de brincar!

Quanta criatividade! Ela brincava mesmo, sem parar!

Para ela tudo era uma aventura!

Na sua cabeça obedecer o pai e a mãe era uma aventura de escalada…

Ir bem na escola: atravessar o rio com jacarés…

Brincar e divertir-se com amigos, era andar de bicicleta…

Só que escalar, ela já havia escalado um grande murão no fim da rua 12, e quando caiu só ralou o joelho.

Atravessou o córrego do bairro da vó, e estava cheio de  girino… de verdade! Ainda perdeu o seu chinelo na travessia da pontinha de madeira. Mas nem chorou, não…

Agora, o seu grande sonho, era andar de bicicleta mesmo…porque o triciclo já não cabe mais as suas perninhas… uma bicicleta grande e vermelha, mas com rodinhas de apoio…

_ Pedalar… deve ser bem divertido! – pensou Noca, enquanto brincava alegremente com seus amigos, vencendo mais essa etapa do dia.

O tempo passou…

Olha! O Natal chegou!!

Seu sonho então se realizou!

Noca ganha da tia Raimundinha a tão sonhada bicicleta grande e vermelha e ainda com rodinha.

Pedala, pedala, Noca, para chegar até aquela nuvem!!!

Nos seus sonhos Menina Noca, não estava mais pedalando, mas pilotando um avião sem ferrugem!

?????????????????????????????????????????????????????????????????

Feliz ano todo!!!

Renata.

#Maratona #EuSouDoideira versão kids: Livro 6/7-

 Sobrecapa do livro

 Capa do livro

Formato: Livro

Autor: BELINKY, TATIANA

Ilustrador: WEIGAND, ROBERTO

Idioma: PORTUGUÊS

Editora: PAULINAS-

Assunto: INFANTO-JUVENIS – LITERATURA INFANTIL

Sinopse: Este livro é uma brincadeira matemática de subtrair sacis. Entre versos e estrofes, dez sacizinhos vão desaparecendo, um a um, em diversos acidentes, como ingestão de comida estragada, jejum exagerado e quebra de regras.

Oi pessoal!

O tempo está ficando escasso para a #Maratona, acaba dia 15! Bom, falta agora apenas um livro… Vou indicar o livro da nossa sempre maravilhosa Tatiana Belinky, como foi bom o seu legado, quantas obras maravilhosas, quanta contribuição a literatura brasileira, ao nosso conhecimento! Obrigada Tatiana Belinky!!

Neste livro, temos uma sequência de textos envolvendo os sacizinhos em diversas aventuras num sentido de contagem regressiva… a graça está em saber os motivos pelos quais eles vão sumindo…as crianças interagem bastante, e muitos aspectos brasileiros vão aparecendo no discorrer da história, fora que o próprio Saci é um personagem lendário brasileiro muito conhecido das crianças, até mesmo pela volta da série de TV “Sítio do Picapau Amarelo”.

Indico a leitura! Muito divertido!

Para essa história vou indicar a música infantil: 1,2,3, indiozinhos da Galinha Pintadinha!!!! Também bem cultural e fala dos números, certo?

Um beijão!

Feliz ano novo sempre!

Renata

#Maratona #Eusoudoideira(versão kids): Livro 5/7: Patrícia

Ficha técnica:

Formato: Livro

Autor: KING, STEPHEN MICHAEL

Idioma: PORTUGUÊS

Editora: BRINQUE BOOK –

Assunto: INFANTO-JUVENIS – LITERATURA INFANTIL

Sinopse: Stephen King está rapidamente se tornando um dos autores/ilustradores mais reconhecidos da Austrália. Seus textos simples e ilustrações charmosas contam histórias bastante profundas. Seu primeiro livro infantil, ‘O homem que amava caixas’, recebeu inúmeros prêmios e foi publicado na Grã-Bretanha, nos Estados Unidos, no Canadá, na Alemanha e agora no Brasil. A história tem como enredo a cabeça de Patrícia, que vivia cheia de pensamentos maravilhosos, incríveis. Ela só queria encontrar alguém com quem pudesse compartilhar seus pensamentos.

Neste livro, nós, papais e mamães, podemos colocar “as barbas de molho”, como dizia a minha vó…rsss, ou seja, olhar para as nossas atitudes em relação aos nossos filhos, que aos nossos olhos são eternas crianças, não é mesmo, vovós e vovôs?

Enfim, Stephen King, tem uma objetividade tão incrível para falar de sentimentos de modo lúdico que eu não acredito como ele consegue…

Em Patrícia, uma pequenina de uns 6 ou 7 anos, no livro não conta a idade, a gente supõe… procura uma amizade para falar de coisas relevantes, mas procurando o tempo todo do livro não encontra uma pessoa que colabore com suas ideias… e nessa trajetória, as crianças se identificam muito quando contamos a história pois elas todas, sim, elas todas, tem também suas ideias…!

Você já parou para ouvi-las? Sabe das preferências dos seus filhos? Do que ele não gosta? O que ele pensa de determinado assunto? Qual a ideia dele para melhorar tal aspecto? Qual é a melhor habilidade dele? Enfim, assuntos que achamos com “temas adultos”, se adaptamos achamos respostas e lógicas muito, muito, muito originais mesmo… é só tentar.

Minha irmã me deu um exemplo perfeito outro dia, e eu lembrei desse livro, pois tinha lido recentemente para o meu grupo.

Numa reunião de pais, com alunos do ensino fundamental, foram perguntados aos pais questões pessoais sobre os filhos que responderam com os professores anteriormente. E, segundo relato, foi muito constrangedor pois os próprios pais tinham dificuldades em responder, e ao comparar as respostas dos filhos, o resultado foi bem trágico…

Este livro serve também para reflexão dessa relação, mas para as crianças é muito lúdico, as ilustrações são maravilhosas e vale a pena  a leitura!!!

Fica a dica! Espero que tenham gostado!!

Feliz ano novo todo dia!!!

Beijocas

Renata