Olá! Voltando aos poucos…

2017! Já estamos no final, ufa!!! rsss….

Tentarei postar até o final do ano, e fazer o Vlogmas também no Youtube, desejem-me sorte…kkk!!!

Vi esse post no Pinterest e resolvi compartilhar por aqui, porque achei muito interessante a forma didática que criaram para a nossa forma de elogio ser eficiente com os pequeninos.

Também já fiz um post sobre Elogio aqui no blog, se você quiser conferir clique AQUI

Escrevam-me se concordam, se fazem assim, se pretendem fazer dessa forma com as crianças que vocês convivem. Abraços!!!

84c78977e00a95d2c7ad0943799ad31a

Feliz ano todo!

Renata

Andando junto…

Boa noite queridos, tudo bem com vocês?

Senti um desejo grande de compartilhar um blog que estou seguindo e indicar para vocês acompanharem também!

Pode ser muito importante para alguém!

É temático. Sobre a viagem que um casal está percorrendo para se tornar uma família ! Vale a pena a leitura! Estou acompanhando como se fosse uma novela… não perco um capítulo.

Chama-se Quando seremos três? e é escrito pela minha querida amiga Fernanda!

Beijocas,

Feliz ano todo!

Renata

Ciúmes de irmãos…

Outro dia o Paulinho me pegou desprevenida e disse de supetão:

_ Você só presta atenção na Mari!

Na hora, eu disse que eu presto atenção nos dois do mesmo jeito e que eu faço as coisas para os dois da mesma forma, com a intensidade das idades diferentes.

Não disse com essas palavras, certo…rssss…mas eu quis dizer que a Mari é menor então eu faço algumas coisas para ela e que para ele faço outras, mas tenho o mesmo tipo de amor envolvido.

Mas, sabe o que me chamou atenção?

Ele nunca expressou ciúmes em relação a irmã.

Quando fiquei sabendo da gravidez, e compartilhei com ele a notícia, ele tinha uns 2 anos e 7 meses, não quis saber de conversa e desviou o assunto. Até o último momento, ele enrolou e não quis saber… até que a Mari nasceu e com ela nasceu um outro Paulinho…

Só que com ela, ele foi o mais gentil dos irmãos que existem na face da Terra. O drama foi para mim e para minha mãe… ficou mesmo muito diferente. Mas largou a chupeta e as fraldas, e ainda foi dormir na própria cama. Muito avanço.

Depois de um ano, já com 4 anos e 2 meses, do nascimento da Mari ele foi voltando a ser como ele era antes, gentil, carinhoso, amoroso e delicado comigo e com a vovó.

E quando ele, essa semana, expressou o sentimento de ciúme, fiquei muito feliz em poder explicar que eu sou a mãe dos dois e gosto dos  dois do mesmo jeito. Expliquei que ele já precisou de mim assim como a Mari precisa hoje. E que as necessidades dele quero poder sempre suprir.

Acreditam que ele entendeu?

Agora a gente até está brincando… Paulinho, liga para mim? rsssss…. e ele responde: Não tenho telefone!!!

A aventura está só começando não é mesmo?

Feliz ano novo sempre!!! Beijocas

Renatawpid-img_20140502_204811.jpg

 

 

Fofurices do dia a dia…

DSCN3488[1]

Tenho uns caderninhos de registro  das fofurices do Paulinho e da Mari.

Como o Paulinho é o primogênito tive até tempo de fazer um Diário da gravidez, que ganhei das queridas Renata( respiroexcel.wordpress.com) e Fernanda(eucurtiestelivro.blogspot.com) e nele registrava os sentimentos da gravidez até os 3 meses do bebê Paulinho. Fiz tudo direitinho… Depois passei para o caderninho preto e escrevia tudo do dia a dia do garoto até os 9 meses.

A seguir, passei a registrar o quanto de palavras que ele dizia e como pronunciava cada palavrinha. Agora registro frases espontâneas, inesperadas, que ele fala que nem eu sei como ele teve aquela ideia, como ele pensou daquele jeito.

O caderno amarelinho é o caderno de registro dos convidados da festa de 1 aninho do Paulinho e da Mari…rssss… cada um colocou uma homenagem para eles que sempre que  releio, choro com tanto amor e carinho.

Com a Mari, a vida ficou mais corrida, mas também arrumei um tempinho para escrever no caderninho da Moranguinho… vou registrando mês a mês a evolução que ela faz, palavrinhas ditas e situações engraçadas.

É muito gostoso reler tudo depois de um tempo, como uma fotografia textual… você revive tudo!

Vou colocar aqui um exemplo do que eu escrevia  quando o Paulinho tinha 1 mês:

“A vovó vem todos os dias às 10 horas te dar banho.

Você chora e grita o tempo todo…rsss

Só para de chorar quando está completamente vestido.

Te amo Paulinho.” agosto/2008.

Todo dia escrevia alguma coisinha assim para marcar o dia.

Agora um trechinho de exemplo do que eu escrevo da Mari:

“Desde ontem (24/10), você tem ficado mais tempo acordada sem chorar para mamar!

Acho que está crescendo…!” – detalhe: ela nasceu em 08/10…rssss… coisas de mãe coruja, não reparem…

Também colo no caderninho, primeira vez no cinema, primeiro ingresso da Bienal, toda primeira vez …registrado…kkkkk….. é gostoso!!!

Beijocas a todos, desculpem a nostalgia…uma das minhas metas é diminui-la!

Por isso o blog né: Feliz ano novo todo dia!!!!!!

Renata.