Tecnologia de sete anos atrás…

Oi!

Quando o Paulinho nasceu (2008) tirávamos muitas e muitas (MUITAS) fotos dele….rsss… Também filmávamos um pouquinho… Mas em uma filmadora analógica com fita sabe…kkkk?

Então como o tempo vai passando pensei que tinha perdido os vídeos que fizemos com essa filmadorinha… mas conseguimos recuperar com uma “gambiarra” que o Marcos pensou e realizou, em um notebook IBM de 17 anos atrás e essa filmadora analógica… vou colocando os vídeos aqui aos poucos para eu não perder mais… Ontem ele salvou esse pedacinho e pretende ir recuperando aos poucos porque filmávamos mês a mês (quando não era moda, nem tinha rede social para compartilhar…kkkk) !

Querem ver?

Espero que tenham gostado!

Feliz ano todo sempre!

Renata

Hi, Jibo!

ou… o futuro está logo ali… ai que medo!

Olá pessoal! Tudo bem?

Outro dia estava ajustando o Youtube da TV (smart), e desconfigurou a rede brasileira e ficou linkando apenas vídeos americanos e me deparei com essa novidade: Jibo.

Como não falo Inglês o suficiente para entender o que eles falavam, achei num primeiro momento se tratar de uma sátira estilo Saturday Night Live, sabe? Mas não, assisti até o fim e não era uma sátira.

E, no final fiquei com um pouco de medo por terem pensado sobre uma tecnologia tão, tão inovadora assim.

Não sou contra avanços tecnológicos. A vida hoje é muito mais confortável do que era tempos atrás. Mas tudo tem seu lado bom e seu lado ruim, não é mesmo.

A C.E.O. da companhia que o está projetando também fala no vídeo e pede ajuda monetária para financiar toda a estrutura do que eles querem para esse pequeno robô.

 Cynthia Breazeal and Jibo

Não entendo muito sobre esse tipo de inovação, mas faço uma comparação com o telefone e o celular atual. Quem diria que iríamos com o mesmo aparelho, falar, fotografar, filmar, navegar na internet, ver horas, jogar, assistir TV, ouvir rádio, e muitos o fazem extensão do corpo, não é mesmo? É mais ou menos o que eles almejam com  esse protótipo de robô.

Tem uma matéria no Techtudo que explica direitinho as funcionalidades e como será financiado de forma colaborativa para que possam desenvolver todas as potencialidades desse “drone”.

O que me incomoda, digamos assim, é que a tecnologia vem tomando um espaço tão indefinido e sem limites na nossa vida que vai ficando difícil a convivência sem a ter. Agora, vocês verão no vídeo, até como companhia para pessoas e crianças, um robô? Se eu estiver sendo muito radical vocês me falem…rsss…. mas me incomodou. Não tenho nem argumentos, mas é um sentimento.

Vemos muitos bebês por ai com tablets na mão , não é mesmo? Não me incomoda tanto como esse mecanismo me incomodou…

Bom, queridos, assistam, tirem suas conclusões, depois tentem me colocar neste século… rsss… Deixem os comentários de vocês ai. Vou linkar a página do projeto também:

Jibo

Vídeo do Youtube:

Feliz ano novo sempre!

Renata – tech #sqn

 

Faça algo novo ! #2

Oi gente!!

Bom, para muita gente não deve ser novidade, mas eu estou descobrindo aos poucos a “mexer” no movie maker, pois nunca tive tempo ou paciência para fazer isso, e hoje no alto dos meus 40…kkkk…. estou desbravando essa tecnologia!!!

No geral, não é difícil, porque é tudo automático, mas tem todas aquelas funçõezinhas interessantes que vamos incorporando no vídeo e ele vai ficando, como dizer, tipo mágico… diferente… eu estou encantada… !!!

Sempre que eu precisava fazer uma apresentação meu marido fazia para mim. Agora eu estou querendo fazer sozinha…rs…

Cada dia que eu aprendo uma coisinha eu vou incorporando no vídeo…

Vocês querem ver um vídeo que eu editei?

Sim?

Então está bem…

Vou linkar aqui e espero os comentários, certo?

Em cada vídeo eu vou colocando o que eu aprendi a fazer no dia… neste específico eu aprendi a dividir a célula e inserir uma foto…

Gostaram?  Foi um grande avanço para mim…

Feliz ano novo sempre!!! Beijocas!

Renata