#Maratona #EuSouDoideira versão kids- Livro 7/7

Sinopse:

Era uma vez uma velhinha que já não tinha nenhum amigo, pois todos eles haviam morrido. Por isso, ela começou a dar nome às coisas que durariam mais que ela: sua casa, seu carro, sua poltrona. Até o dia em que um cachorrinho apareceu no seu portão. Então, a velhinha acaba dando um nome ao cachorrinho, mesmo correndo o risco de sobreviver a ele.

Características

A autora trata sutilmente de solidão e perda. As bonitas ilustrações, em aquarela de traço firme, imprimem graça e leveza ao texto.
Pessoal, este é o último livro do projeto #Maratona#Eusoudoideira, na minha versão kids.
Quero ser bastante justa com esse livro que desde que o conheci e o comecei a ler ano a ano, para todos os meus grupo, eu não consigo me conter… as lágrimas rolam mesmo…
Vocês viram pela sinopse que a velhinha da história é uma pessoa bem humorada e supera várias perdas em sua vida, mas não é uma pessoa triste, ela  é sozinha, sente a solidão de perto, mas procura não se abater.
Até o dia que aparece o cachorrinho que ela insiste em não adotar por temer se apegar a ele e de novo sofrer uma dor por ter que perdê-lo…
Mas, quem resiste ao melhor amigo do homem que dia após dia chega no portão para comer uma deliciosa refeição?
A narração é muito perfeita, as crianças realmente entram de cabeça na história, e eu já estou aqui com meus olhos marejando…
Essa história é muito boa pois valoriza o idoso para as crianças, geralmente todos tem seus avós ainda vivos e gostam muito deles, não é verdade?
Para quem já não os tem também vale a pena resgatar a memória dos melhores momentos vividos juntos. Assim como eu faço hoje em dia …
Indico muito esse livro, certo pessoal!!! É uma obra prima mesmo…! As crianças vão amar!
Queria escolher uma música perfeita como esse livro mas não sei se vou fazer jus a ele.
Então, escolhi um soul, da Amy Winehouse, A song for you, e tirando uma ou outra coisinha da letra é a que mais se encaixa com a história, certo?
Espero que tenham gostado dessa indicação que eu dei!
Beijocas, obrigado por terem me acompanhado durante a maratona e agradeço a Thayná e ao Matheus também pela oportunidade… beijocassss!!!!
O blog deles:
Feliz ano novo sempre!!!
Renata – venci a etapa…rssss

#Maratona #EuSouDoideira versão kids: Livro 6/7-

 Sobrecapa do livro

 Capa do livro

Formato: Livro

Autor: BELINKY, TATIANA

Ilustrador: WEIGAND, ROBERTO

Idioma: PORTUGUÊS

Editora: PAULINAS-

Assunto: INFANTO-JUVENIS – LITERATURA INFANTIL

Sinopse: Este livro é uma brincadeira matemática de subtrair sacis. Entre versos e estrofes, dez sacizinhos vão desaparecendo, um a um, em diversos acidentes, como ingestão de comida estragada, jejum exagerado e quebra de regras.

Oi pessoal!

O tempo está ficando escasso para a #Maratona, acaba dia 15! Bom, falta agora apenas um livro… Vou indicar o livro da nossa sempre maravilhosa Tatiana Belinky, como foi bom o seu legado, quantas obras maravilhosas, quanta contribuição a literatura brasileira, ao nosso conhecimento! Obrigada Tatiana Belinky!!

Neste livro, temos uma sequência de textos envolvendo os sacizinhos em diversas aventuras num sentido de contagem regressiva… a graça está em saber os motivos pelos quais eles vão sumindo…as crianças interagem bastante, e muitos aspectos brasileiros vão aparecendo no discorrer da história, fora que o próprio Saci é um personagem lendário brasileiro muito conhecido das crianças, até mesmo pela volta da série de TV “Sítio do Picapau Amarelo”.

Indico a leitura! Muito divertido!

Para essa história vou indicar a música infantil: 1,2,3, indiozinhos da Galinha Pintadinha!!!! Também bem cultural e fala dos números, certo?

Um beijão!

Feliz ano novo sempre!

Renata

#Maratona #Eusoudoideira(versão kids): Livro 5/7: Patrícia

Ficha técnica:

Formato: Livro

Autor: KING, STEPHEN MICHAEL

Idioma: PORTUGUÊS

Editora: BRINQUE BOOK –

Assunto: INFANTO-JUVENIS – LITERATURA INFANTIL

Sinopse: Stephen King está rapidamente se tornando um dos autores/ilustradores mais reconhecidos da Austrália. Seus textos simples e ilustrações charmosas contam histórias bastante profundas. Seu primeiro livro infantil, ‘O homem que amava caixas’, recebeu inúmeros prêmios e foi publicado na Grã-Bretanha, nos Estados Unidos, no Canadá, na Alemanha e agora no Brasil. A história tem como enredo a cabeça de Patrícia, que vivia cheia de pensamentos maravilhosos, incríveis. Ela só queria encontrar alguém com quem pudesse compartilhar seus pensamentos.

Neste livro, nós, papais e mamães, podemos colocar “as barbas de molho”, como dizia a minha vó…rsss, ou seja, olhar para as nossas atitudes em relação aos nossos filhos, que aos nossos olhos são eternas crianças, não é mesmo, vovós e vovôs?

Enfim, Stephen King, tem uma objetividade tão incrível para falar de sentimentos de modo lúdico que eu não acredito como ele consegue…

Em Patrícia, uma pequenina de uns 6 ou 7 anos, no livro não conta a idade, a gente supõe… procura uma amizade para falar de coisas relevantes, mas procurando o tempo todo do livro não encontra uma pessoa que colabore com suas ideias… e nessa trajetória, as crianças se identificam muito quando contamos a história pois elas todas, sim, elas todas, tem também suas ideias…!

Você já parou para ouvi-las? Sabe das preferências dos seus filhos? Do que ele não gosta? O que ele pensa de determinado assunto? Qual a ideia dele para melhorar tal aspecto? Qual é a melhor habilidade dele? Enfim, assuntos que achamos com “temas adultos”, se adaptamos achamos respostas e lógicas muito, muito, muito originais mesmo… é só tentar.

Minha irmã me deu um exemplo perfeito outro dia, e eu lembrei desse livro, pois tinha lido recentemente para o meu grupo.

Numa reunião de pais, com alunos do ensino fundamental, foram perguntados aos pais questões pessoais sobre os filhos que responderam com os professores anteriormente. E, segundo relato, foi muito constrangedor pois os próprios pais tinham dificuldades em responder, e ao comparar as respostas dos filhos, o resultado foi bem trágico…

Este livro serve também para reflexão dessa relação, mas para as crianças é muito lúdico, as ilustrações são maravilhosas e vale a pena  a leitura!!!

Fica a dica! Espero que tenham gostado!!

Feliz ano novo todo dia!!!

Beijocas

Renata

 

 

#Maratona #Eu sou doideira(kids)-livro 4/7: Marcinelo e o presente maravilhoso

wpid-20140611_101017.jpg

Autor: Max Lucado

Ilustrações: Sergio Martinez

Editora: United Press

Categoria Infantil

31 páginas.

Sinopse: Com a aproximação do Festival do dia do Criador, Marcinelo e toda Xulingolândia querem oferecer algo espetacular para Eli, o carpinteiro.

O melhor bolo, o melhor buquê de flores e a melhor música. Contudo, Marcinelo acidentalmente destrói tudo. E todos descobrem que o amor é o presente maravilhoso.

 

A maratona #eusoudoideira, na minha versão kids…rssss, está a todo vapor! Este é o quarto livro dos sete que vou indicar. Se você não leu as outras indicações, por favor clique aqui #1aqui #2 e aqui #3. Certo?

Até avisei o Matheus do blog Carneirismo.com, pelo Twitter que estou na maratona mas com a versão kids…rssss!!! Me segue lá: @papirusca

Bom, sobre este livro tenho a dizer que é uma leitura um pouco mais detalhista que as crianças menores de sete anos não estão tão habituadas, portanto é uma leitura mais individual mesmo, para crianças que gostam de ler. Porém para ler para os menores você pode adaptar um pouco os diálogos para se tornarem mais dinâmicos.

Deve portanto, conhecer a história “Você é especial”, para entenderem quem são os personagens e o que é a Xulingolândia.

Na mesma proporção do Você é especial, Marcinelo é o personagem principal que pensa que todos os presentes que Eli vai receber serão melhores que o dele, sendo que ele não consegue pensar em algo original para entregar a Eli no dia do Criador!

Resolve então ajudar Lúcia no seu presente e é ai que tudo acontece… muita bagunça mesmo…

Sem spoiler, pois sou a rainha deles, o final surpreende de tanta meiguice!!!

Indico para crianças maiores e para os pais que gostam de contar histórias, adaptando com suas palavras, certo?

Como essa história lembra muito o Natal, aí vai a música para acompanhar:

Feliz Natal, Feliz ano novo todo dia!!!

Renata – festeira